"Vós que lá do vosso império, prometeis um mundo novo...CUIDADO, que pode o povo, querer um mundo novo a SÉRIO!" In: António Aleixo

20/06/2011

E o governo novo pá?

Gravura de Alessandro Gottardo

Um breve, muito breve, olhar pela blogosfera que se agita, pelos comentários dos murais do Facebook e pela imprensa nacional mostram-me críticas, apoios, dúvidas e insinuações sobre as diferentes personalidades à mistura com cegueiras ideológicas: não pode prestar porque é de direira ou então é muito bom exactamente por isso; é inexperiente? Não vai conseguir fazer nada ou por isso mesmo é que vai fazer bem; não é da área? Não sabe nada ou vai trazer um ar fresco aos problemas. Depois temos os teóricos da conspiração – maçónica, do imperialismo americano (ainda?), europeia (ah os malvados dos alemães), ou das grandes corporações, coadjuvados pelos histéricos do mau perder que apelam à agitação social como estratégia eficaz de resolução dos problemas económicos que nos afligem. Pois! Engraçados os biqueiranços entre os apontadores de dedos: quando-lá-estavam-os-da-tua-cor-calaste versus já-te-estás-a-alinhar-a-pores-te-a-jeito. Comum a todos a mentalidadezinha da dança das cadeiras, das corporações instituídas a cerrarem fileiras; sinto que já se vai juntando lama para o arremesso e lenha para alimentar as piras E eu? Eu para já felicito os membros do governo novo pela coragem de assim se lançarem às feras e a tão ingrata tarefa; aguardo com mente aberta o que deles virá. Mas algo me diz, perante o que tenho lido, que vamos continuar a ser um país de indigentes. A todos os níveis. Porque quem está não quer mudar e quem quer mudar não consegue estar.

AL
Enviado por email pelo Amigo Alberto

9 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Eu vou dar o benefício da dúvida, mas apenas porque quero ter esperança. Abraço!

São disse...

Espero, sinceramente espero que o Governo consiga tirar Portugal desta situação dramática.

Mas não pelo PSD e CDS, mas sim pelo país!

Uma boa semana, amigo meu

Luis disse...

Transcrevo o comentário do João:
"Não sei se o Governo vai fazer um trabalho meritório ou não. Como Português gostaria que tivesse o maior êxito.
Contra muitos críticos, encontro duas grandes qualidades neste Governo. Gente jovem e com pouca experiência política.
A Juventude é um bom sinal porque são os jovens os mais motivados para reconstruir o Portugal onde terão de viver durante muitos anos. Pelo contrário, os sexagenários ou septuagenários já não têm grande estímulo para melhorar a vida dos futuros cidadãos, pois eles já não sofrerão, durante muitos anos, os erros que cometerem.
A experiência política significa a dependência de vícios e manhas de politiquice e intrigas partidárias que relegas os interesses nacionais para última prioridade, depois dos interesses dos partidos, dos boys e dos ricaços que puxam os cordelinhos do governo. Experiência significa corrupção, tráfico de influências e de outros pós, compadrio, amiguismo, etc, etc. Por isso, felizmente, haverá ministros sem experiência política!!!"
AJS

Luis disse...

Meus Bons Amigos,
É por PORTUGAL e pelos Portugueses que eu estou "torcendo" pois sinceramente toda a classe política está eivada de vícios! Espero que estes como o João disse pela juventude e falta de experiência política possam dar a "volta ao testo"!
A todos um forte e amigo abraço muito solidário.

Graça Pereira disse...

Pois é! Não Têm experiência mas...tb não têm vícios (espero eu) e a experiência, ganha-se, conquista-se...os acomodados já não fazem nada!
Devemos TODOS dar, pelo menos, o benefício da dúvida! Eu torço por estes homens e, de todo o coração, desejo que Portugal e os portugueses fiquem a ganhar!
Beijo amigo pela colaboração!
Graça

Luciana Kotaka disse...

Oi Luis, que bom saber notícias suas. Desjo uma semana iluminada, cheio de amor e alegrias. Um abraço carinhoso

Lu e Dani disse...

Sou eu que deixei o comentário acima. Lu

Lourdes disse...

Amigo Luís
Pouco percebo de política mas como as coisas estavam não podiam continuar. Assim, vou dar o benefício da dúvida e aguardar pelo que aí vem, sabendo que não podemos esperar por dias melhores tal foi o descalabro em que entrou o país. Para nos erguermos é necessário fazerem-se muitos sacrifícios e não sei se os portugueses estão motivados para os fazerem.
Aguardo na expectativa de melhores dias.
Beijinhos
Lourdes

Luis disse...

Minhas Boas Amigas,
Ainda bem que estamos todos com bom espírito pois só dessa forma poderemos recuperar o nosso querido PORTUGAL!
Beijinhos amigos e solidários.