"Vós que lá do vosso império, prometeis um mundo novo...CUIDADO, que pode o povo, querer um mundo novo a SÉRIO!" In: António Aleixo

29/10/2012

Alberto João Jardim…



 
Manuel António Pina, em entrevista:
"O Jardim sempre que cá vinha telefonava-me e queria almoçar comigo. Eu fiz a tropa com ele, sabe? Até dormíamos no mesmo beliche. A minha mãe costumava dizer que é na guerra e no jogo que se conhecem os homens.
E tem boa impressão dele?
Até fico ofendido com essa pergunta [risos]. Tenho a pior possível. Vou-lhe contar um episódio que revela o comportamento daquele tipo, é o comportamento dos cobardes. Na guerra estávamos na Acção Psicológica. Éramos dez tipos e eram quase todos do piorio, só havia três tipos que não eram fachos. Nós dez contestámos uma prova física que contava para a classificação e combinámos chegar todos ao mesmo tempo. Então fizemos a corrida em passo de cruzeiro, e 100 metros antes da meta o Jardim arranca a grande velocidade e rompe o acordo, o filho da puta, para ver se ganhava uns pontos extra. O azar dele é que arrancou a 100 metros e nós éramos todos mais ágeis que ele, está a ver a figura dele? e ultrapassámos-lo todos e ele ficou em último lugar. Mas aquilo foi um acto de traição em relação a uma coisa que tínhamos acordado todos. Mas apesar de já lhe ter chamado Bokassa ele nunca me pôs um processo e sempre que vinha cá telefonava-me para almoçar comigo. Os políticos tratam-me sempre bem. São umas putas velhas".
NOTA: 
Manuel António Pina, um HOMEM, infelizmente falecido recentemente e que nos deixou um Vazio em todos nós!

5 comentários:

São disse...

Nada que me surpreenda.

Aliás , isso confirma-se pela acção dele dentro do próprio PSD/Madeira.

Manuel António Pina, um excelente cronista, a quem ontem prestei himenegem lendo um dos seus poemas num Encontro sobre poesia.

Excelente semana, querido amigo

Luís Coelho disse...

Mais um testemunho a comprovar como estes tipos mudam a favor dos ventos e correntes de modo a ficarem sempre na boa.
Não há palavras....

Graça Pereira disse...

Porque será que os "pulhas" gostam de conviver com gente de valor?
Ainda não percebi se é para os contaminar ou se é para se tornarem melhores... Talvez o grande cronista Pina agora, esteja onde estiver, possa sussurrar alguns conselhos a este politiqueiro!
Beijo e boa semana.
Graça

Luis disse...

Caríssima(o)s Amiga(o)s,
Não tenhamos duvidas Jardim é uma "raposa velha" que se dedicou à política e com ela vai vivendo , aliás como a maioria deles o faz...
Obrigado pelas vossas sinceras palavras.
Um forte,amigo e solidário abraço.

Bernardo Santa Clara Gomes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.