"Vós que lá do vosso império, prometeis um mundo novo...CUIDADO, que pode o povo, querer um mundo novo a SÉRIO!" In: António Aleixo

02/06/2013

AS GREVES “BASTARDAS”…






Informem-se para saber quem somos, onde estamos e de que é que se trata, quer na governação quer na rua, quer nas manifestações, quer nas greves. Vai ser muito difícil construir um Portugal solidário. Tanta gente inocente a sofrer grandes injustiças com greves... mas comem calados porque são elas legais... Mesmo que se ponha o povo pobre e trabalhador a andar a pé, a chegar atrasado, a pagar táxi, e com o passe no bolso, para todo o mês... ISTO NÃO É LEGÍTIMO... Não pode nem deve ser legal. Acorda, Portugal.
Estes são os salários da trupe de  arregimentados do Metro de Lisboa, que faz greve como quem bebe um café...
Secretária de Administração €3.753,59
Mestre Serralheiro €2.969,30
Maquinista de manobras €2.785,17
Maquinista €2.587,25
Fiscal €2.020,66
Motorista €1.939,09
Agente trafego €1.642,41
Desenhador €1.547,09
Auxiliar €1.476,86
Os maquinistas ainda recebem um subsidio que varia entre 317 e 475,50 euros para abrir e fechar as portas.
Os maquinistas fazem 3 horas por dia de condução.
Os funcionários do metro, à semelhança com o que acontece com os funcionários da Carris e da Transtejo, quando se reformam têm uma pensão que é igual à do último salário recebido no activo;
Quando estão de baixa têm direito a médico ao domicílio e recebem 100% do salário;
Os Maquinistas têm direito a um subsídio por cada quilómetro percorrido, mais 68 euros se não faltarem mais de 5 horas e se não faltarem no mês todo mais um prémio de 223 euros;
Os empregados e reformados viajam gratuitamente, assim como os cônjuges, os pais, filhos, enteados e irmãos que os trabalhadores tenham;
Como resultado desta mamadeira, só no ano passado o prejuízo desta empresa pública foi de 390 milhões de euros...
DE QUE É QUE O GOVERNO ESTÁ À ESPERA PARA ACABAR COM O PODER DESTA ARISTOCRACIA 'OPERÁRIA' INSTALADA EM SINDICATOS QUE FAZEM GREVES POR OBEDIÊNCIA PARTIDÁRIA E À CUSTA DO POVO POBRE E DESEMPREGADO?

5 comentários:

Mariazita Azevedo disse...

Não gosto de usar “copy & paste”, mas a necessidade a tal me obriga.
Recorro a este sistema porque é a única hipótese que tenho de agradecer, atempadamente, a todos que me acompanharam e dispensaram o seu o carinho numa data para mim tão importante. Não tem a mínima importância que alguns de vós não tenham vindo no próprio dia. No dia seguinte ou nos seguintes tem, para mim, igual valor. A vossa amizade é-me preciosa, SEMPRE.
Como se mete agora um fim-de-semana comprido (feriado dia 10 de Junho - «Dia de Portugal»), só na próxima semana começarei a visitar cada um separadamente. Mas não deixarei de o fazer a todos.
Entretanto deixo um GRANDE “Obrigada”!
Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
Querido Luis
,
eu como, não tenho algemas, nem amarras, nunca servi de escada para ninguém, nem as procurei para a
minha subida, subida, ao nível do chão
ponho Sérgio Godinho ao contrário...
,
não me digas, que não me compreendes e que não sentes
aquela raiva nos dentes, não me digas, que não me compreendes !
,
um abraço do tempo em que havia
vergonha, deixo-te,
escuta, e para não haver dúvidas,
não somos cotas, não . . .
*

Mariazita Azevedo disse...

Meu querido amigo Luis
Tal como prometi estou agora a agradecer a cada um individualmente a presença na minha «CASA» comentando o meu post do dia 6.
Fico feliz por ter gostado da homenagem que prestei ao Eurico. Confesso que hesitei em fazê-lo, mas os filhos aconselharam-me a levar avante esta ideia:
-Faz, sim, Mãe. O Pai merece!
E aí as minhas dúvidas caíram por terra…
O meu “muito obrigada”!

Essas greves são bastardas mesmo!

PS - A minha próxima postagem será no dia 14, como habitualmente.

Luis disse...

Minha Boa Amiga Mariazinha,
Mantenha as suas boas lembranças pois elas são a continuação da nossa Vida.Os seus Filhos fizeram bem em incentivá-la a escrever.
Um beijinho muito amigo.

Luis disse...

Caríssimo Amigo
É mesmo um bom Poeta e não é nada cota não senhor!
è Alguém que conhece a Vida e pugna por uma Vida melhor! Infelizmente temos uns (des)governantes que não merecemos.
Obrigado pelas suas palavras.