"Vós que lá do vosso império, prometeis um mundo novo...CUIDADO, que pode o povo, querer um mundo novo a SÉRIO!" In: António Aleixo

24/03/2011

Exemplos a seguir!




Portugal tem sempre vivido em crises criadas por maus governantes! Tanto na Monarquia como na Republica houve quem desse bons exemplos mostrando a sua generosidade e dando o seu contributo para o saneamento das dividas existentes! D. Carlos, Manuel de Arriaga e Salazar são alguns dos poucos exemplos que deviam ter sido seguidos pelos governantes que nos levaram à presente crise! Mas não, o "novo-riquismo" instalado e a "feira das vaidades" dele nascido levaram-nos a este descalabro, onde o pobre ficou mais pobre e o rico cada vez mais rico! Uma certa Equidade que existia extiguiu-se! A Classe Média que é o grande suporte dos Estados desapareceu...

8 comentários:

A. João Soares disse...

Caro Luís,

Dizes que o pobre ficou mais pobre, mas há muitas excepções. Há muitos políticos que eram pobres que tiveram dificuldade em estudar, quer por falta de meios quer por pouca capacidade intelectual. Mas por conselho de alguma adulto de vistas largas, inscreveram-se na Jotas, foram simpáticos para os chefes, começaram a sentir a atracção do poder, a entrar no tráfico de influências e a vida começou a sorrir.

Tornaram se os «provincianos deslumbrados» de que falou um conhecido jornalista, subiram a assessores, deputados, secretários de Estado, ministros e outros cargos mais remunerados. Como disse o engenheiro João Cravinho, a corrupção e o tráfico de influências não estiveram ausentes do enriquecimento ilícito que ninguém quer combater.

Os diplomas académicos que não foram obtidos pela via normal em devido tempo acabarem por ser adquiridos de forma expedita por troca de favores, mesmo antes das «Novas Oportunidades». Alguns vindos de empregado de balcão de banco chegaram a administradores da mesma empresa. Outros que foram trabalhadores estudantes, chegaram a banqueiros, com protecção de altas esferas.

Trata-se «novos ricos» que esses, sim, mais do que os ricos tradicionais estão cada vez mais ricos e não se consideram satisfeitos continuando a sugar na teta do orçamento, por sistemas referenciados aqui: . Marques Mendes apresenta lista com dezenas de institutos públicos que podem ser extintos
E também vale a pena recordar o vídeo Bernardino Soares: Trata os Boys do PS pelos nomes

Um abraço
João
Do Miradouro

Espaço do João disse...

Meu Caro amigo Luis.
É sempre bom recordar a história de Portugal.
Em tempos fiz um pequeno texto, lembrando a constituição política de 1826 quando reinava o D.Miguel, O asolutista.
Era de ordem que todos os condendos à morte, fossem sintenciados pelo rei.
Acontece que o malfeitor a saber o resultado da senteça, disse ao rei que estava a ensinar um burro a ler a respectiva constituição.
Sua alteza real, disse-lhe então que se no prazo de um ano ele levasse o burro a soletrar a respectiva, comutava-lhe a pena.
Seu advogado, volta-se para seu constituinte e pergunta-lhe:- Como te vais safar desta?
Astuciosamente, responde o criminoso:- Dentro de um ano ou morro eu, ou morre o rei ou morre o burro.
Todos sabemos que D. Miguel foi deposto e exilado do país, e que uma senteça não podia ser anulada ou ser repetida.
Vamos lá ver desta vez quem vai morrer...

Luis disse...

Caríssimo Amigo João Soares,
tens razão no que disseste mas quando falei em novos-ricos era sobre os malfeitores que tomaram conta do poder pois a maioria deles nada tinham e quando saiem estão riquíssimos. Pobres somos todos nós uns mais que outros mas cada vez mais pobres...
Um abraço apertado e amigo.

Luis disse...

Meu Bom Amigo João,
No caso presente espero que morra (figuradamente, claro) quem tem feito todas estas asneiras que nos meteram no buraco (ou seja, o burro)! Obrigado pelo seu simpático comentário sempre muito oportuno.
Um abraço amigo.

São disse...

O povo também não é inocente de todo: vota sempre nos mesmos partidos e pessoas.

Veremos o que vai sair das próximas eleições...

Boa noite

Rafeiro Perfumado disse...

Alguém que congregasse os aspectos positivos de cada uma dessas figuras seria o ideal. Infelizmente a ciência da clonagem está pouco evoluída, e ainda aparecia um traste que conjugasse os apesctos negativos dos três!

Abraço!

Luciana Kotaka disse...

Oi Luis,quanto da nossa história não conhecemos ou mesmo não valorizamos. É sempre muito bom receber sua visita em nosso blog. Um abraço carinhoso e uma sexta feira bem linda
www.nossopossivel.blogspot.com

Folhetim Cultural disse...

Olá passo em seu blog para convidar você a visitar o meu que é dedicado a cultura. De segunda a sexta feira noticiário cultural aos sábados minha coluna poética ás 09 horas da manhã e ás 5 da tarde Chá das 5 sempre com uma participação especial. Irei guardar sua visita lá. Abraços sucesso em seu blog.

Magno Oliveira
Twitter: @oliveirasmagno ou twitter/oliveirasmagno
Telefone: 55 11 61903992
E-mail oliveira_m_silva@hotmail.com