"Vós que lá do vosso império, prometeis um mundo novo...CUIDADO, que pode o povo, querer um mundo novo a SÉRIO!" In: António Aleixo

12/07/2009

A LUTA CONTINUA....


Gentalha... p'rá batalha... mas eles que fiquem na fila da frente

Deixem-me gritar e clamar bem alto,
Por milhões de seres vivendo em dor,
E cujo sofrimento eu exalto,
Fiel, que sou, à força do AMOR.

São já milhões os pobres inocentes,
Em sofrimento atroz por tanta guerra,
Com o recurso a armas tão potentes,
Que podem destruir a própria terra.

Disputas de interesses, de ganância,
Invadiram sistemas, em nações,
Para os quais nada serve a importância
Dos direitos humanos, sem excepções.

São valores que procuram camuflar
Com estudadas leis, feitas a seu jeito,
Contudo, esse tratado a respeitar,
Não é uma coisa vã ..., é um direito!

Cessem as armas, guerras e agressão,
Provocadas por gente que se diz
Detentora da força da razão,
Mas não passam dum molho de imbecis.

E se querem lutar, que sejam eles
Os primeiros da fila, essa gentalha.
Façam esta opção, que é menos reles,
Voltem de novo às lutas, por batalha!

Da Amiga Maria Letra,
transcrito do blogue "Sempre Jóvens"

1 comentário:

Maria Letra disse...

Amigo Luís,
Não precisará de pedir-me autorização para a transcrição dum poema meu. Essa atitude, seja sua ou de qualquer outro possuidor de um blogue, só me honra. Temo, no entanto, a minha poesia (se direito tem a essa classificação), não seja tão merecedora de semelhante gesto.
Quanto à foto, tem a minha aprovação pois reforça a minha chamada de atenção para a dôr humana, SOBRETUDO A DAS CRIANÇAS.
Um beijinho.
Maria Letra