"Vós que lá do vosso império, prometeis um mundo novo...CUIDADO, que pode o povo, querer um mundo novo a SÉRIO!" In: António Aleixo

04/10/2009

SERÁ QUE A MINISTRA TINHA RAZÃO ?


O material escolar mais barato que existe na praça é o professor!

É jovem, não tem experiência.
É velho, está superado.
Não tem automóvel, é um pobre coitado.
Tem automóvel, chora de "barriga cheia”.
Fala em voz alta, vive gritando.
Fala em tom normal, ninguém escuta.
Não falta ao colégio, é um “Adesivo”.
Precisa faltar, é um “turista”.
Conversa com os outros professores, está “malhando” nos alunos.
Não conversa, é um desligado.
Dá muita matéria, não tem dó do aluno.
Dá pouca matéria, não prepara os alunos.
Brinca com a turma, é metido a engraçado.
Não brinca com a turma, é um chato.
Chama a atenção, é um grosso.
Não chama a atenção, não se sabe impor.
A prova é longa, não dá tempo.
A prova é curta, tira as hipóteses do aluno.
Escreve muito, não explica.
Explica muito, o caderno não tem nada.
Fala correctamente, ninguém entende.
Fala a “língua” do aluno, não tem vocabulário.
Exige, é rude.
Elogia, é debochado.
O aluno é retido, é perseguição.
O aluno é aprovado, deitou “água-benta”.

É! O professor está sempre errado, mas, se conseguiu ler até aqui, agradeça a ele.

Jô Soares


5 comentários:

Fernanda disse...

Querido amigo Luís,

É exactamente assim, haja paciência e esperar que isto dê uma grande volta.

Beijos

Maria Letra disse...

Amigo Luís,
Depois de ter lido os seus textos, a partir da "Carta Aberta aos Portugueses", sendo quase 23h:45m, não tenho coragem para muito mais do que um pequeno comentário. O vídeo não consegui ler. Tenho estado com grandes problemas com a internet porque o cabo de ligação ao portátil está constantemente a saír. Já tinha, por exemplo, feito um longo comentário antes deste e, quando pretendi editar, a internet foi abaixo. Lá tive de repetir tudo de novo, só que desta vez faço primeiro no bloco de notas e passo, depois, para o espaço destinado a comentários.
Amigo Luís, os sucessivos governos do País, como muito bem sabe, têm vindo a degradar a economia Portuguesa, como disse Medina Carreira, muitíssimo bem. A recuperação económica só poderá ter lugar se forem tomadas medidas muito drásticas, muito provavelmente pouco populares. O tempo necessário a essa recuperação dependerá do quanto possam vir a ser drásticas as medidas a adoptar. Tal como referi já num outro comentário - creio que no "Sempre Jovens" - já nos primeiros anos do Liceu, aprendemos que a economia prospera sempre que as exportações forem superiores às importações, facto que não se verifica neste momento.
Beijinhos.
Maria Letra

Maria Letra disse...

Correcção: O vídeo não consegui ver (não ler)!
Peço desculpa.
Maria Letra

Ana Martins disse...

Caro Luís,
É caso para dizer: "É PRESO POR TER CÃO E POR NÃO TER".

Beijinhos,
Ana Martins

Luis disse...

Queridas Amigas,
Antes de tudo agradecer-lhes a vossa visita e os vossos comentários que muito me motivam. Por outro lamentar o que acontece à Mizita pois sei por experiência própria o que nos arrelia quando julgamos ter tudo em ordem para fazer seguir um texto e a net cair e obrigar-nos a equacionar tudo de novo.
É mesmo uma angústia de todo o tamanho! Veja se arranja um novo cabo para lhe evitar tal situação... Um beijinho a todas de muito carinho e amizade.