"Vós que lá do vosso império, prometeis um mundo novo...CUIDADO, que pode o povo, querer um mundo novo a SÉRIO!" In: António Aleixo

04/05/2010

MEU NOME É MULHER!


Eu era a Eva
Criada para a felicidade de Adão
Mais tarde fui Maria
Dando à luz aquele
Que traria a salvação
Mas isso não bastaria
Para eu encontrar perdão.
Passei a ser Amélia
A mulher de verdade
Para a sociedade
Não tinha a menor vaidade
Mas sonhava com a igualdade.
Muito tempo depois decidi:
Não dá mais!
Quero a minha dignidade
Tenho os meus ideais!
Hoje não sou só esposa ou filha
Sou pai, mãe, arrimo de família
Sou camionista, taxista,
Piloto de avião, mulher polícia,
Operária em construção...
Ao mundo peço licença
Para actuar onde quiser
Meu sobrenome é COMPETÊNCIA
E meu nome é MULHER!

(O Autor é Desconhecido, mas um verdadeiro sábio...)

7 comentários:

direitinho disse...

bom dia
Gostei muito desta homenagem a todas as mulheres.
Hoje, lançam-se nas mais variadas profissões nunca esquecendo o seu lugar de esposas e mães.
São elas que comandam as grandes revoluções na saúde, na educação e pela unidade familiar.

Luis disse...

Meu Bom Amigo,
Assim é, a Mulher dos nossos dias a par da sua emancipação não deixa as suas vocações de Mãe e Esposa. É uma verdadeira Heroína! Tudo quanto se diga em sua Homenagem fica muito aquém da sua realidade!
Um abraço amigo.

José disse...

Olá caro amigo,
Um lindo poema de autor desconhecido,
mas uma bonita homenagem às mulheres que tudo de bom merecem,algumas fazem de mães e pais ao mesmo tempo, e com muitas dificuldades, para que nada falte aos seus filhos.
Amigo Luís, obrigada pelo seu comentário,e as palavras que disse são pérolas para mim pode crer.

Um grande abraço,
José.

A. João Soares disse...

Caro Luís,

Depois disto pouco fica por dizer sobre a mulher.
Parabéns pelo post.

Um abraço
João
Do Miradouro

Irene Moreira disse...

Luis
Que lindo texto repleto de sabedoria.
Obrigado mais uma vez pela sua visita o que já estou a me acostumar e digo que me é muito prazero recebê-lo em minha casa.Volte sempre.
Beijos

poetaeusou . . . disse...

*
Amigo,
,
talvez possa ajudar,
uma caminheira destas andanças,
Brasileira, em tempos deu-me uma dica,
sobre a aurora deste sublime Poema.
seria, a Pérola Neggra
Fátima Aparecida Santos de Souza,
e a Poetisa é Policia em MAUÁ,
algures em S. PAULO, registo a
sensibilidade desta Senhora, obrigado.
,
um abraço,
,
*

Luis disse...

Meus Bons Amigos,
A Mulher é sempre tema belo quando bem tratado. É este o caso e segundo "Poeta eu sou" foi sua autora uma senhora de grande sensibilidade. Agradeço-lhe a informação pois é sempre bonito conhecer-se a autoria das obras publicadas. Os meus sinceros parabéns a Pérola Negra autora de tão belo poema.
Saudações amigas e solidárias.