"Vós que lá do vosso império, prometeis um mundo novo...CUIDADO, que pode o povo, querer um mundo novo a SÉRIO!" In: António Aleixo

24/05/2011

Por que não votar SÓCRATES!!!


Todos os dias até às eleições vou apresentar razões para não votar em Sócrates:

27.ª Sócrates permitiu que a PT (empresa controlada pela golden share do estado) antecipasse a entrega dos dividendos aos accionistas de modo a fugirem aos impostos prejudicando o erário público em 200 milhões de euros. Quando é o governo a dar o exemplo de fuga aos impostos, não faz sentido Sócrates dizer que vai combater a evasão fiscal. É lamentável que o engenheiro aumente os impostos a quem trabalha e ilibe quem ganha dinheiro através da especulação financeira.

26.ª No debate com Paulo Portas, Sócrates disse: “O Sr. Comprou os submarinos, mas eu é que os paguei…”. Seria tão bom que fosse verdade que os submarinos estivessem pagos e que tivesse sido Sócrates a pagar, mas infelizmente terão de ser os contribuintes a pagar com juros os brinquedos desta gente que julga que o dinheiro do Estado é SEU. Um tem submarinos e o outro faz birra se não tiver TGV.
25.ª Alguém conhece alguma ideia que Sócrates tenha para o futuro? Não tem ideias para o futuro, porque consigo Portugal não terá futuro… Ninguém comenta o seu programa, porque toda a gente sabe que não é para cumprir…
24.ª Os cortes salariais e de abonos de família decretados por Sócrates deviam ter sido só para os seus eleitores, pois talvez achem que ganham demais para o trabalho que fazem.
23.ª Silva Pereira referiu que era um insulto chamarem “mentiroso” a José Sócrates, tornando-se o único Português que ainda não reparou nas mentiras do falso engenheiro.... Como deve ter a memória curta, aconselho-o a ir ao youtube e ver os vídeos de algumas declarações de Sócrates. Dizer que todos os políticos mentem é o argumento dos comodistas que não se importam de serem enganados….
22.ª Sócrates ainda não apresentou uma ideia para o futuro, limitando-se a deturpar as ideias dos outros. Repare-se: por exemplo, quando apresentou uma pasta vazia para revelar o programa de um adversário de debate, sabia perfeitamente que o programa de ambos tinha de ser o que assinariam com a troika. O seu objectivo é desviar as atenções das razões pelas quais o país faliu... Sabendo que só com uma mudança é que se poderá curá-lo.
21.ª Foi Sócrates que se demitiu e não tinha de o fazer. Se se demitiu por que motivo quer concorrer novamente? Será que achava que ia ter melhores condições para governar? Constitucionalmente, só seria obrigado a demitir-se se não conseguisse fazer aprovar o programa de governo ou o Orçamento (à segunda tentativa). Sócrates demitiu-se porque quis, pois queria responsabilizar a oposição pela sua máxima incompetência… O que a oposição fez e bem (já o deveria ter feito anteriormente quando se cortaram salários) foi não aprovar o PEC. Quem diz que se abriu uma crise política por Sócrates se ter demitido e haver eleições não é democrata. Dizer que há crise política por haver eleições só pode ser dito por alguém que acha que o povo não escolhe bem e que não vale a pena haver eleições. Eu acredito que as eleições são a melhor forma de pôr a democracia em prática. A nossa crise não é política, mas económica, pois alguém deixou que Portugal estivesse a pagar juros a 10% sem pedir ajuda. Só seria política se não houvesse solução governativa após as eleições…
20.ª É lamentável que quem mandou fechar urgências de hospitais e maternidades venha agora apresentar-se como o único defensor do Serviço Nacional de Saúde… Quando é que Sócrates deixa de mentir aos portugueses?
19.ª O voto e a escrita são armas poderosas e, já que a violência nada resolve, devemos utilizar a nossa inteligência e os nossos votos para limpar Portugal dos parasitas do poder que tomaram conta do país. Cabe a cada um dar o seu contributo para mudar… Qualquer candidato que não se chame José Sócrates nem tenha estado a falir o país nos últimos seis anos é uma boa alternativa. Não vale a pena andar a criticar ou a lamentar-se e na altura devida não votar ou votar em quem piorou as condições de vida dos portugueses. Dizer que o governo é mau, mas os outros são iguais a quem faliu o país é o argumento dos covardes acomodados a quem não interessa a melhoria do bem comum. Eu não consigo acomodar-me vendo estes governantes, assessores e gestores de empresas públicas a banquetearem-se às custas dos contribuintes… Se o governo é mau deve ser da nossa RESPONSABILIDADE mudá-lo!
18.ª O facto de terem de ser os estrangeiros a dizerem o que deve ser feito para equilibrar as contas públicas devia ser a suprema humilhação para a incompetência de Sócrates, mas “para quem não tem vergonha todo o mundo é seu”.
17.ª O programa eleitoral do PS (partido de Sócrates) tem várias incongruências relativamente ao acordo que foi feito com o FMI… E agora Sócrates vai refazê-lo ou vai deixá-lo como está e assumir que o programa não é para cumprir, como os dois anteriores?
16.ª Numa declaração ao país sobre o memorando que ia assinar com o FMI, Sócrates não teve coragem de anunciar as medidas que estavam no acordo, o valor do empréstimo nem as taxas de juro que os contribuintes iam pagar. Alguém é capaz de votar num político que não tem coragem de dizer a VERDADE? Dos covardes não reza a história. Portugal necessita de alguém que tenha noção das dificuldades e seja capaz das enfrentar com coragem e não de alguém que esconda e se esconda das dificuldades.
15.ª Sócrates disse que os trabalhadores portugueses não passavam de “um punhado de votos”, esquecendo-se que são os trabalhadores que criam riqueza e permitem que a classe política aumente constantemente o seu nível de vida. Nós sabemos que o seu objectivo é acabar com as condições de vida de quem trabalha e com os empregos, mas podia pelo menos respeitar os que precisam de trabalhar para sobreviver… Esperemos que esse “punhado de votos” não vá atrás do canto da sereia…
14.ª No passado fim-de-semana, numa acção de pré-campanha paga com dinheiros públicos, Sócrates perguntou à oposição, num acto de esquizofrenia política , “onde queria gastar o dinheiro”, como se ainda houvesse dinheiro para gastar… Talvez viva noutro país e não saiba que está cá o FMI para tentar evitar a bancarrota, porque temos um governo sem ministro das finanças para lhe dizer que o Primeiro-Ministro gastou todo o dinheiro que havia e não havia, obrigando o país a pagar juros incomportáveis nas próximas décadas. Lembro-me do (ex-)ministro das finanças (agora desaparecido) ter dito que se os juros da dívida pública chegassem aos 7% se devia pedir ajuda (e Sócrates só a pediu quando os juros chegaram aos 11%) e de ter anunciado que só havia dinheiro até ao fim de Maio (e agora Sócrates pergunta à oposição “onde quer gastar o dinheiro?”) . Se eu fosse um dos jornalistas que lá estava teria feito esta pergunta: “Que dinheiro, Sr. Engenheiro?”
13.ª Agora diz-se que tem de haver união entre os partidos para salvar o país, branqueando e incluindo num governo o responsável pela destruição económica de Portugal. Seria como convidar Oliveira Costa para ajudar a salvar o BPN.
12.ª Sócrates tem de ser responsabilizado criminal e eleitoralmente por ter levado o país à falência e ter contraído dívidas a juros impossíveis de pagar nas gerações futuras. Eu não quero ser cúmplice dos crimes económicos cometidos. Sócrates parece um aluno preguiçoso que depois de ter reprovado diz aos pais que a culpa foi dos colegas, dos professores, do horário das aulas, do calor, do companheiro de carteira que não o deixou copiar sem se lembrar de olhar para o espelho...
11.ª Imaginemos que havia uma loucura colectiva e Sócrates (o diabo seja cego, surdo, mudo e paralítico) ganhava as eleições sem maioria. O que aconteceria ao país, pois no seu perfeito juízo nenhum político aceitaria coligar-se com alguém arrogante que nunca diz a verdade? Ficaríamos tão mal como estamos agora ou pior ainda.
10.ª Instaurou em Portugal um regime em que a classe política enriquece às custas do Estado e das suas empresas públicas. Há administradores de empresas do estado em falência técnica que ganham 14 mil euros por irem a uma reunião mensal. Já para não falar nos assessores que ganham mais que os ministros...
9.ª Conseguiu que o défice da contas públicas em 2010 fosse o maior de sempre (em democracia), atingindo os 9,1%, e ainda considera que governou bem. O que seria de uma família que todos os meses tivesse 2000 euros de rendimento e gastasse 2182? É o que está a acontecer com Portugal.
8.ª Tirou o "abono de família" ao trabalhadores numa época de baixa natalidade, para um dos seus ministros assinar um despacho em que autorizava uma transferência de 70 mil euros para a conta da esposa (esse ministro foi premiado como encabeçando a lista do PS num dos distritos).
7.ª Sócrates mentiu:
a) quando disse que não aumentaria a idade da reforma e aumentou;
b) quando declarou que não aumentava os impostos e aumentou;
c) quando disse que não governaria com o FMI e agora candidata-se para o fazer;
d) quando disse que era engenheiro antes de concluir o curso, o que demonstra uma enorme falta de carácter...
e) quando disse que ia criar 150 mil empregos e criou 620 mil desempregados, sem contar com os que estão nas Novas Oportunidades.
6.ª Insistiu em impor o TGV, mesmo com todos os estudos a revelarem que seria um desastre financeiro e mesmo depois do Espanhóis o terem suspenso. Agora, a UE veio cancelá-lo e o Estado vai ter de indemnizar a empresa de Jorge Coelho, a quem adjudicaram a obra... (não seria o objectivo?)
5.ª Decidiu fazer um novo aeroporto na Ota, comprou os terrenos e só depois é que encomendou os estudos que provaram que era uma péssima escolha. Mudou de ideias, decidiu construí-lo em Alcochete e os contribuintes indemnizaram aqueles que supostamente teriam sido lesados pelo premeditado anúncio.
4.ª Há menos de 5 anos renovaram as escolas EB 1 (ex-primárias), construíram refeitórios, colocaram caixilharia em alumínio, substituíram telhados e pintaram, mas há 2 anos começaram a construir centros escolares novos, abandonando as escolas intervencionadas, o que revela que não há quem planeie nem há controlo nos gastos públicos.
3.ª É um roubo colocar portagens em estradas do norte sem alternativas, obrigando quem trabalha a pagar, por vezes, 1 euro para circular num troço de 5 km;
2.ª Não gostei que tivessem subido IVA de 19% para 23%, prejudicando o crescimento económico;
1.ª Não gosto que me roubem o salário;

Campanha anti-sócrates perpetuada no Democracia em Portugal e no Via Justa

6 comentários:

nacasadorau disse...

Querido amigo Luís!

Diga de sua justiça,sempre!
Nunca votei nesse palhaço e em condições normais não votaria nunca no outro, mas se achar que há algum perigo de ver Sócrates no poder de novo, votarei PSD pela primeira vez na minha vida e contra as minhas convicções mais profundas.

Beijinho

Carlos Gordalina disse...

Caríssimo Luís
<continua em força a bater neles que os dois vamos ter mais força.
Um abraço
Gordalina

São disse...

Caro amigo, estou de acordo: não quero Sócrates no Governo de novo.

Mas também não quero Passos Coelho!

Um abraço

Janita disse...

Meu Querido Amigo Luís.

Faça isso! Nunca é demais avivar a memória das pessoas, para o descalabro a que essa incompetente criatura conduziu o País.
Infelizmente, aqueles que votaram e votarão nele, estão cegos e surdos ou então convém-lhes a situação.
De qualquer modo não devemos baixar os braços, há que lutar usando do nosso direito de liberdade de expressão.
O homem já manda os capangas na frente para fazer dispersar as manifestações contra ele e depois despejar, à vontade, as mentiras habituais.
Parabéns querido Amigo. Força!

Beijinho com muito carinho.

Janita

Mariazita disse...

Meu querido amigo Luis
Nem preciso ler as razões para dizer:
Concordo!
Fora com Sócrates!
Ora, a única maneira de o conseguir será votando PSD.
Não é uma boa alternativa? Pois não, mas não temos outra, por mais contas que se façam...

Continuação de boa semana. Beijinhos muito amigos

Luis disse...

Queridas Amigas e Amigo,
Obrigado pela força que me dão e que tão precisa é neste momento crucial que vivemos.
Há que ter coragem para avivar as memórias deste Povo adormecido!
Apesar de tudo acredito que ele vai apanhar uma banhada!
Um abraço muito amigo e solidário.