"Vós que lá do vosso império, prometeis um mundo novo...CUIDADO, que pode o povo, querer um mundo novo a SÉRIO!" In: António Aleixo

09/11/2010

Eu conheço um país...



Eu conheço um país

Eu conheço um país, que tem uma das mais baixas taxas de mortalidade mundial de recém-nascidos, melhor que a média da UE.
Eu conheço um país, onde tem sede, uma empresa, que é líder mundial de tecnologia de transformadores.
Eu conheço um país, que é líder mundial na produção de feltros para chapéus.
Eu conheço um país que tem uma empresa que inventa jogos para telemóveis e os vende no exterior para dezenas de mercados.
Eu conheço um país que tem uma empresa que concebeu um sistema pelo qual você pode escolher, no seu telemóvel, a sala de cinema onde quer ir, o filme que quer ver e a cadeira onde se quer sentar.
Eu conheço um país que tem uma empresa que inventou um sistema biométrico de pagamento nas bombas de gasolina.
Eu conheço um país que tem uma empresa que inventou uma bilha de gás muito leve que já ganhou prémios internacionais.
Eu conheço um país que tem um dos melhores sistemas de Multibanco a nível mundial, permitindo operações inexistentes na Alemanha, Inglaterra ou Estados Unidos.
Eu conheço um país que revolucionou o sistema financeiro e tem três Bancos nos cinco primeiros da Europa.
Eu conheço um país que está muito avançado na investigação e produção de energia através das ondas do mar e do vento.
Eu conheço um país que tem uma empresa que analisa o ADN de plantas e animais e envia os resultados para os de toda a EU.
Eu conheço um país que desenvolveu sistemas de gestão inovadores de clientes e de stocks, dirigidos às PMES.
Eu conheço um país que tem diversas empresas a trabalhar para a NASA e a Agência Espacial Europeia.
Eu conheço um país que desenvolveu um sistema muito cómodo de passar nas portagens das auto-estradas.
Eu conheço um país que inventou e produz um medicamento anti-epiléptico para o mercado mundial.
Eu conheço um país que é líder mundial na produção de rolhas de cortiça.
Eu conheço um país que produz um vinho que em duas provas ibéricas superou vários dos melhores vinhos espanhóis.
Eu conheço um país que inventou e desenvolveu o melhor sistema mundial de pagamento de pré-pagos para telemóveis.
Eu conheço um país que construiu um conjunto de projectos hoteleiros de excelente qualidade pelo Mundo.

Nicolau Santos, Director - adjunto do Jornal Expresso, In Revista "Exportar"


Eu Luís Pirão, acrescento mais uns pontos à lista do Nicolau Santos:
- Eu conheço um país que é segundo em net de banda larga na Europa.
- Eu conheço um país que tem uma capital com eventos culturais fantásticos que fazem frente a qualquer cidade do mundo. Que tem potencialidades turísticas ilimitadas com restaurantes para todas as carteiras e com comida deliciosa, assim como alojamento para todas as bolsas e de razoável qualidade. Basta ir a Londres e ver toda a gente a comer sandwiches no jardim pois a alimentação atingiu preços exorbitantes nos restaurantes.
- Eu conheço um país com uma história ímpar que ligou todos os continentes comercialmente pela primeira vez na história da humanidade no século XVI.
- Eu conheço um país que conquistou meio mundo no século XVI com base no respeito pelos outros povos, com base nas trocas comerciais, com base na diplomacia.
- Eu conheço um país que venceu os seus compatriotas espanhóis pela força de vontade de um homem chamado Nuno Alvares Pereira e que permitiu a paz para a nação se lançar nos descobrimentos marítimos.
Eu José Lopes, acrescento mais uns pontos à lista do Nicolau Santos e do Luís Pirão:
- Eu conheço um País que está a criar um medicamento que previne e combate a obesidade.
- Eu conheço um País que produz os melhores sapatos do mundo.
- Eu conheço um País que produz os fatos usados na Fórmula 1 e nos astronautas da NASA.
- Eu conheço um País que produz o melhor software de GPS do mundo.
- Eu conheço um País que faz os melhores lasers do mundo, utilizados na medicina e na indústria aeroespacial.
- Eu conheço um País que tem um monumento que tem 6 orgãos, sendo o único no mundo (Convento Mafra).
- Eu conheço um País que produz os adereços utilizados pela indústria cinematográfica de Hollywood.
- Eu conheço um País que tem a maior variedade gastronómica do mundo.
- Eu conheço um País que criou a única palete de cores para leitura de daltónicos.

Eu, Soares da Cunha, acrescento mais um ponto à lista do Nicolau Santos, do Luís Pirão e do José Lopes:

- Eu conheço um País que tem dos piores governantes do Mundo.

O leitor, possivelmente, não reconheceu neste País aquele em que vive...
P O R T U G A L !!!!


4 comentários:

Luís Coelho disse...

Depois de ler tantas maravilhas que são produzidas no meu país caiu-me uma pedra que me esmagou totalmente.
Cada um tem aquilo que merece....
Será...?
Eu não votei neles e sofro as consequências das mentiras e da propaganda mentirosa que os levou ao poder, onde se mantem para nossa desgraça.

Luis disse...

Caro Amigo Luís Coelho,
Realmente temos coisas boas mas depois aparecem umas "aves raras", tipo "banhas de cobra" ou "vendedores de automóveis" que borram a pintura... Esses tipos deviam ser julgados como acontece em Países civilizados!!!
Um abraço amigo e solidário.

A. João Soares disse...

Amigo Luís,

Somos bons, ou melhor, há portugueses excepcionais. Mas em democracia quem vota é o povo e esse, a maioria, é iletrada, sem capacidade autónoma para raciocinar e deixa-se arrastar para os piores buracos, da imitação do que é rasca, do consumismo, da ostentação, da inveja (última palavra do último verso da última estrofe dos Lusíadas). Camões não era parvo e não foi por acaso que estruturou o poema para terminar com o destaque do pior defeito dos portugueses.
Isto poderia dar para escrever um tratado de sociologia ou de psicologia.
E este rol de virtudes não passa de propaganda estilo socretina. Será mais construtivo apontar os defeitos e a forma de os eliminar. Uma espécie de «confissão» cristã ou acto de contrição.

Abraço
João
Do Miradouro

Luis disse...

Caro Amigo João,
É como dizes:" este rol de virtudes não passa de propaganda estilo socretina. Será mais construtivo apontar os defeitos e a forma de os eliminar. Uma espécie de «confissão» cristã ou acto de contrição." Por não pactuarmos com estas e outras panaceias dizem que somos pessimistas mas o que "eles" pretendem é enganar o Povo!
Um abraço amigo.