"Vós que lá do vosso império, prometeis um mundo novo...CUIDADO, que pode o povo, querer um mundo novo a SÉRIO!" In: António Aleixo

04/06/2009

PROFESSOR DO ANO


professor do ano foi aquele que, com depressão profunda, persistiu em ensinar o melhor que sabia e conseguia os seus 80 alunos.
professor do ano foi aquela que tinha cancro e deu as suas aulas até morrer.
professor do ano foi aquela que leccionou a 600 km de casa e só viu os filhos e o marido de 15 em 15 dias.
professor do ano foi aquela que abandonou o marido e foi com a menina de 3 anos para um quarto alugado. como tinha aulas à noite, a menina esperava dormindo nos sofás da sala dos professores.
professor do ano foi aquele que comprou o material do seu bolso porque as crianças não podiam e a escola não dava.
professor do ano foi aquele que, em cima de todo o seu trabalho, preparou acções de formação e se expôs partilhando o seu saber e os seus materiais.
professor do ano foi aquela que teve 5 turmas e 3 níveis diferentes.
professor do ano foi aquele que pagou para trabalhar só para que lhe contassem mais uns dias de serviço.
professor do ano foi aquele que fez mestrado suportando todos os custos e sacrificando todos os fins-de-semana com a família.
professor do ano foi aquele que foi agredido e voltou no dia seguinte com a mesma esperança.
professor do ano foi aquele que sacrificou os intervalos e as horas de refeição para tirar mais umas dúvidas.
professor do ano foi aquele que organizou uma visita de estudo mesmo sabendo que jorge pedreira considerava que ele estava a faltar.
professor do ano foi aquele que encontrou forças para motivar os alunos depois de ser insultado e indignamente tratado pelos seus superiores do ME.
professor do ano foi aquela que se manifestou ao sábado sacrificando um direito para preservar os seus alunos.
professor do ano foi aquele presidente de executivo que viveu o ano entre o dever absurdo, a pressão e a escola a que quer bem, os colegas que estima.
professores do ano, todo o ano, fomos todos nós, professores, que o continuamos a ser mesmo após uma divisão absurda.
professor do ano... tanto professor do ano em cada escola, tanto milagre em cada aluno.

Somos mais que professores do ano. Somos professores sempre!



4 comentários:

Celle disse...

Olá Luis, aceitei seu convite e aqui estou.
Parabens pelo bonito Blog e aescolha do texto!
Magnífico!
Assim redimimos um pouco as sacanagens que os órgãos responsáveis, diretores, pais, familiares e os alunos fazem com os professores...Aos mestres, meus respeitos...
O que quer dizer "Tulha do Atílio", não entendí, por favor!

Luis disse...

Querida Celle,
Lembra-se da telenovela "O Casarão"? Nela havia um velho (o Atilio) que tinha uma tulha na cave onde guardava tudo que gostava! Eis a razão do nome do meu blog....ahahahahaha.
Está explicado? Aqui guardo tudo de que gosto!
Aproveito para lhe pedir que me envie o video da Carmen Mornacha para o juntar ao seu post que muito apreciei.
Muitos beijinhos muito amigos

Fernanda Ferreira disse...

Amigo Luís,

Texto fabuloso, ele faz juz aos professores que sacrificam tudo, tudo mesmo pela sua profissão.

Bem-haja por este post.
Sei que não se importa, vou copiá-lo e mandá-lo por e-mail para os meus ex-colegas professores.
Naturalmente que indicarei o nome do seu Blogue.

Beijinhos,

Luís disse...

Querida NÁ,
Já lhe respondi agradecendo a sua boa ideia e... tomei igualmente a liberdade de fazer algo semelhante com o seu post sobre os netos que achei muito a propósito. É como temos dito ... somos "afins" em muitas coisas e por isso nos damos tão bem! Somos "almas gémeas"...aliás no nosso blogue há mais como nós e ainda bem! Pena é que isso se não transmita pelo mundo fora,,,,
Um beijinho muito amigo,