"Vós que lá do vosso império, prometeis um mundo novo...CUIDADO, que pode o povo, querer um mundo novo a SÉRIO!" In: António Aleixo

23/01/2010

ARY DOS SANTOS, O POETA!


José Carlos Ary dos Santos (Dezembro de 1937/ Janeiro de 1984). Pausa na noite para recordar um poeta português que não passou distraído pelas ruas da vida. Cada segundo inspirava o inspirador que oscilou (sempre) entre o terreno firme do chão que pisava ou o ar lúdico em que esvoaçava -espaços livres e sublimes onde era rei e senhor. Agigantou-se sempre que despertava. Deixou-nos um espólio poético precioso (só canções foram 600).

http://www.youtube.com/watch?v=w3WYsdHhC-8

Não chores porque acabou, sorri porque aconteceu· (Gabriel García Márquez)

Editado no Blogue “Brumas de Sintra”, pela Amiga Maria Elvira Bento

4 comentários:

Fernanda disse...

Querido amigo Luís,

A nossa amiga MElvira publica textos deliciosos.
Ainda não a fui visitar hoje, mas vou.

Beijinhos

Mariazita disse...

Querido Luis
Há coincidências muito engraçadas!
Ontem estive a pesquisar sobre Ary dos Santos, com a intenção de lhe dedicar um post no Lírios.
Foi um poeta de grande talento, que muito admiro, e ontem recebi um PPS de "Estrela da tarde", que me deu essa ideia.
Afinal, chego aqui hoje e o que encontro? Exactamente um post sobre Ary dos Santos...
Não tem problema, deixo passar um tempo, até porque agora estou com o "Ciclo da Árvore"...

Resto de bom domingo

Beijinhos
Mariazita

Luis disse...

Querida Mariazita,
Obrigado pelas suas boas palavras.
Como falou no "Ciclo da Árvore" lembro-lhe o meu post sobre PONTES DE RAÍZES NA INDIA!,no Sempre Jovens.
Beijinhos amigos

Luis disse...

Querida NÁ,
É verdade a nossa Amiga Maria Elvira no seu Blogue tem peças muito bonitas e grandes pensamentos a merecerem toda a nossa atenção.
Um beijinho muito amigo.