"Vós que lá do vosso império, prometeis um mundo novo...CUIDADO, que pode o povo, querer um mundo novo a SÉRIO!" In: António Aleixo

21/01/2010

A EDUCAÇÃO COMEÇA EM CASA! (2)


A todos os que têm filhos jovens ou pensam em vir a ser pais, queiram ser“Pais Maus”! Não se deixem enredar em modernices ou virão a ter filhos maus.

Recebido por e-mail de uma Mãe “à maneira”

“Pais Maus” pelo Psiquiatra Dr. Carlos Hecktheuer

Este texto foi entregue pelo Professor de Ética e Cidadania, Sr. Roberto Candelori, na sua escola, com a condição que os seus alunos ficassem ao lado dos Pais até que terminassem a sua leitura.

Este texto foi publicado, no Brasil, por ocasião da morte estúpida de duas meninas de 16 anos, depois de 13 dias após o seu desaparecimento. As suas mães desconheciam quem eram os proprietários da casa para onde as suas filhas foram “curtir” esse fim-de-semana. O crime permanece sem resposta!

Um dia quando os meus filhos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais, eu hei-de dizer-lhes:
- Eu amei-vos o suficiente para ter perguntado aonde vão, com quem vão e a que horas regressarão.
- Eu amei-vos o suficiente para não ter ficado em silêncio e fazer com que vocês soubessem que aquele novo amigo não era boa companhia.
- Eu amei-vos o suficiente para vos fazer pagar os rebuçados que tiraram do Supermercado ou as revistas do jornaleiro, e vos fazer dizer ao dono: “ Nós tirámos isto ontem e queríamos pagar”.
- Eu amei-vos o suficiente para ter ficado de pé, junto de vocês, duas horas, enquanto limpavam e arrumavam o vosso quarto, tarefa que teria feito em 15 minutos.
- Eu amei-vos o suficiente para vos deixar assumir as responsabilidades das vossas acções, mesmo quando as penalidades eram tão duras que me partiam o coração.
- Mais do que tudo, eu amei-vos o suficiente para vos dizer Não, quando sabia que vocês poderiam me odiar por isso (e em alguns momentos até odiaram).

Estas eram as mais difíceis batalhas de todas. Estou contente venci… Porque no final vocês venceram também! E qualquer dia quando os meus netos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os Pais, poderem responder:

- “Agora que já somos adultos, honestos e educados, estamos a fazer o melhor para sermos “Pais Maus”, como eles foram.”
- Eu acho que este é um dos males do Mundo de hoje: "Não há “Pais Maus” suficientes.”

2 comentários:

Fernanda disse...

Querido amigo Luís,

Parabéns poe este post tão oportuno e tão verdadeiro.

Amar os filhos tem que passar forçosamente por educá-los.

Sabe bem que só tenho um filho, O Pedro, mas ele não tem nada de filho único, nunca teve.
Levou muitos nãos, desde as coisas mais simples às que ele pensavam ser uma injustiça.
Ele chegou a dizer-nos que nós não gostavamos dele, mas fizemos dele um homem de bem e honrado. Um ser lindo, de quem nos orgulhamos muito.

A educação começa mesmo em casa, sem dúvida.

Beijinhos

Luis disse...

Querida NÁ,
O seu Pedro é mesmo o exemplo de um filho lindo não só para Vós mas de certeza para todos com quem conviva!
Graças a Deus os meus também merecem estar nesse estádio pois é em nossas casas que eles são educados nos Valores que hoje em dia estão tão esquecidos!
É tão Bom recebermos elogios das atitudes deles!
Um beijinho amigo.